Notícias

Concerto OboéFagote Ensemble

Data:

No próximo dia 13 de Novembro, às 21H30, no salão nobre do Teatro Municipal de Vila do Conde, terá lugar a primeira apresentação pública do OboéFagote Ensemble, encerrando o ciclo de concertos Encontros Nova Música em Vila do Conde.

Sobre o OboéFagote Ensemble:

Fruto da existência e experiência do Ensemble Palhetas Duplas, fundado em 2005, em Lisboa e, tendo em conta o interesse por este despertado no panorama musical, pela originalidade e riqueza desta formação, surgiu, em Janeiro de 2015, a iniciativa da criação de um grupo congénere, sediado no Porto – o OboéFagote Ensemble.
É constituído por um numeroso elenco de oboístas e fagotistas (sendo este variável, consoante o programa a apresentar), todos profissionais de reconhecido mérito neste universo singular dos instrumentos de palheta dupla e professores nas várias escolas de ensino artístico. Este conjunto instrumental, de sonoridades particularmente únicas, é composto pelos instrumentos de palheta dupla – oboé, oboé de amor, corne inglês, fagote e contrafagote (e, por vezes, percussão).
Para além de apresentações em concertos, o OboéFagote Ensemble pretende ter um papel didático, com atividades para o enriquecimento das várias instituições artísticas, assim como contribuir para a divulgação do trabalho de compositores a escrever originalmente para esta formação.
Este conjunto de música de câmara apresenta um programa muito interessante que, para além de transcrições/adaptações, inclui algumas composições que serão apresentadas em 1ª audição absoluta.
Francisco Luis Vieira é o diretor artístico do OboéFagote Ensemble.

No Salão Nobre do Teatro Municipal de Vila do Conde o OboéFagote Ensemble realiza a sua primeira apresentação pública, integrando o ciclo de concertos – Encontros Nova Música em Vila do Conde – com a particularidade de serem estreadas algumas composições, nomeadamente Diálogos Ib, de Jorge Campos, obra escrita para este Ensemble e dirigida pelo próprio compositor.
Outra obra a estrear é para oboé solo, de Eduardo Luis Patriarca, com a interpretação do oboísta convidado José Fernando Silva.
A obra Serenade, op.44, de Dvorak, original para outra formação instrumental, é apresentada numa adaptação feita exclusivamente para instrumentos de palheta dupla, dirigida pelo maestro convidado António Saiote.

Programa:

Diálogos Ib,  para palhetas duplas, narrador e electrónica, de Jorge Campos

Diálogos Ib faz parte de uma série de composições realizadas para três personagens: (1) o elemento acústico, (2) o narrador e (3) a electrónica. Nesta composição em particular, o elemento acústico é o ensemble de palhetas duplas, o narrador é o Mário Cesariny a declamar o seu próprio poema “You are welcome to Elsinore”, e a electrónica é o espaço sonoro composto por elementos pré-gravados (ex.: oboé) e sintetizados, que foram manipulados e orquestrados respectivamente nos programas MaxMSP e ProTools.
Mário Cesariny (1923/2006), sem secundarizar os outros dois elementos, é o pêndulo do processo composicional, permitindo com a sua visão do seu poema a representação de um colectivo de consciências críticas perante o mundo.

Direção: Jorge Campos

… para uma voz sem acompanhamento, versão a1): oboé solo, de Eduardo Patriarca

Oboé, José Fernando Silva

Serenade Op.44, de Anton Dvorak
I – Moderato quasi Marcia
II – Menuetto
III – Andante con moto
IV – Finale

Direção: António Saiote

Constituição do OboéFagote Ensemble, neste concerto.

Oboés (incluindo oboé d’ amor e corne inglês):
Ana Cunha, Andreia Pereira, Fernanda Amorim, Francisco Luis Vieira, Hugo Teixeira, Jonathan Costa, Júlio César Conceição, Luis Filipe Alves, Pedro Teixeira, Sandra Pinto.
Fagotes (incluindo contrafagote):
Andreia Marisa Pereira, Hugues Kesteman, Liliana Reis, Lurdes Carneiro, Sandra Ochoa, Zsolt Pap

voltar