Artistas

Manuel Carvalho

Data:

Manuel Augusto da Silva Carvalho nasceu em Ovar, iniciou os estudos musicais com seu pai, Fausto Carvalho, prosseguindo-os no Conservatório Nacional de Lisboa na classe de Vladimir Stoyanov, Jaime Carriço e Rui Martins. O seu recital final incluiu o Concerto de Mozart e outras obras românticas e contemporâneas.

Admitido na ESMAE, na classe de António Saiote, trabalhou com Luís Silva e Carlos Alves, concluindo o Curso Superior de Clarinete, com o grau de Bacharel, apresentando-se no recital final com obras de Pierné, Schumann, Penderecki e Weber.

 Em 1999 concluiu a Licenciatura em Clarinete na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Instituto Politécnico do Porto, na Classe do Professor António Saiote. O recital final e prova de concerto, foram com o Concerto de Copland, Muczynski, Alexandre Delgado, Schumann e Hindemith, numa clara e ampla abrangência de estilos. “O Quinteto K. 581 para Clarinete e Cordas de Mozart” foi o tema da sua Monografia final.

Em 2003 foi admitido na Universidade de Aveiro no Mestrado em Música, Área de PerformanceInvestigação em Clarinete, tendo como professor de clarinete, Alain Damiens.
Em 24 de Outubro de 2006, defendeu a Tese de Mestrado na Universidade de Aveiro, subordinada ao tema: “A ópera como paradigma no Grande Duo Concertante de Weber”, sendo-lhe conferido o grau de Mestre em Música. Apresentou também o GDC em recital público, para o mesmo efeito.

Fez Seminários, Cursos Livres e Master Classes de Clarinete, na Escola Superior de Música do Porto, no Conservatório Regional de Setúbal, no Conservatório Nacional de Lisboa, no Conservatório do Porto e na Universidade de Aveiro, com António Saiote, Alain Damiens, Guy Deplus, Howard Klug, Henri Bok, Kalio Miulberg, Luís Silva, Manuel Jerónimo, Michel Arrignon, Paul Meyer, Philippe Cuper e Walter Boeykens, de Anatomia e Fisiologia da Respiração para cantores e instrumentistas, pelo Prof. Doutor Diogo Pais (docente da Faculdade de Ciências Médicas da U.N. de Lisboa), sobre a respiração diafragmática com Hugues Kestman na ESMAE e, sobre palhetas e boquilhas, com Jean Paul Gauvin (Vandoren). Fez Curso Livre de Música Electrónica com Eduardo Patriarca e de Direcção de Banda com Jacinto Montezo.

Como solista actuou na Orquestra Ligeira do Exército, Bandas de Música da ex-Guarda Fiscal e da Guarda Nacional Republicana, bem como nas Orquestras do Conservatório Nacional e da ESMAE, Conservatório de Fornos e de Jovens do Concelho da Feira. Colaborou com algumas das orquestras portuguesas, bandas militares e filarmónicas como instrumentista convidado, bem como com agrupamentos de música de câmara. Foi membro fundador da Orquestra Invicta, sob a direcção de António Saiote.

Interpretou em público grande parte do repertório escrito para Clarinete, abrangendo as obras mais significativas até ao século XX, com acompanhamento de Orquestra, Banda Militar, Piano, ou a Solo, nos mais importantes palcos e salas do País, onde se destacam as actuações em Lisboa, nos Teatros de S. Carlos, Trindade (interpretou os Concertos de Mozart e Weber) e S. Luís, os Cine-Teatros de Vila Franca de Xira, de Ovar, etc. Os auditórios dos Conservatórios e Academias de Almada, Conservatório Nacional de Lisboa, do Porto, de Coimbra, Castelo Branco, Espinho, Castelo de Paiva, Fornos, Feira, Paços de Brandão, Ovar, Conservatório Calouste Gulbenkian, etc. Coliseus de Lisboa e Porto, Casinos da Figueira da Foz, Espinho e Póvoa do Varzim. Concertos em Igrejas de norte a sul do país, Convento dos Lóios em Santa Maria da Feira, Europarque, Claustros do Mosteiro de S. Bento da Vitória, Fórum da Maia, Café Concerto da ESMAE e Casa Jardim, Aula Magna da UTAD, Fundações Engenheiro António de Almeida, Cupertino de Miranda, Casa do médico, Museu do Carro Eléctrico, Auditório de Velas, nos Açores, etc, etc.

Gravou para a RTP e RDP e participou em gravações com alguns dos mais reputados cantores e instrumentistas portugueses.
Foi Professor de Clarinete na Escola de Música do Grupo Musical Estrela de Argoncilhe, no Conservatório de Coimbra e foi Professor de Clarinete, Música de Câmara e Classe de Conjunto no Conservatório de Música de Fornos. Foi Regente da Banda Velha Sanjoanense e Banda de Mateus e Maestro da Orquestra Clássica do Conservatório de Música de Fornos. Exerceu funções de Direcção Pedagógica e Delegado Coordenador de instrumentos de sopro, respectivamente no Conservatório de Música de Fornos e na Academia de Música de Sta Maria da Feira.

Actualmente é o Mandatário da Associação Portuguesa do Clarinete no Concelho da Feira e Professor de Clarinete, Música de Câmara e Classe de Conjunto nas Academias de Música de Sta Maria da Feira e do Orfeão de Ovar.

A sua actividade docente estende-se ao trabalho com Bandas Filarmónicas, através de Master Classes, fazendo chegar a todos os escalões etários a motivação para o estudo deste instrumento.
Actualmente apresenta-se em público como solista na Banda de Música da GNR, bem como em orquestras e diversas formações de Música de Câmara, tendo vindo a realizar Concertos, Recitais e Master Classes, um pouco por todo o País e Ilhas.

voltar