Artistas

Adélio Carneiro

Data:

Nasceu em Vila Nova de Famalicão em 1980.

Iniciou os seus estudos musicais na Escola Profissional Artística do Vale do Ave (ARTAVE) na classe de trompete do professor Paulo Silva. Mais tarde, na mesma escola, começou os seus estudos de tuba com o professor Alexandre Fonseca onde, em 1998, terminou o Curso de Instrumentista de Sopro.Em 1998 ingressou na Academia Nacional Superior de Orquestra na classe do professor Sérgio Carolino onde, em 2003, terminou a licenciatura. Como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian prosseguiu os estudos na Suiça, na Hochschule Musik und Theater Zürich, na classe do prestigiado professor Anne Jelle-Visser, onde veio a terminar o Orchesterdiplom com classificação máxima por unanimidade do júri (diploma de mérito).Frequentou Master-classes com os mais prestigiados tubistas, tais como Philippe Legris, Michael Lind, Thierry Thibault, Melvin Coulberston, Oystein Baadsvik, Walter Hilgers, Roger Bobo, Guy Michel, Simon Styles, Shmuel Hershko e Gene Pokorny.

Em grupos de música de câmara e como solista apresentou-se em Portugal, Espanha, França, Itália, Suiça, Áustria, Hungria, Alemanha e Holanda.

Como músico convidado, colaborou com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, Orquestra Gulbenkian, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Nacional do Porto, OrchestrUtópica, Orquestra de St. Gallen, Orquestra de Winterthur, Orquestra da Ópera de Zurique e com os grupos de música contemporânea Remix Ensemble – Casa da Música e Nuveum Collegium Zürich.

Leccionou na Escola de Música da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais (de 1999 a 2003) e no Conservatório de Caldas da Rainha (de 2000 a 2003).

Desde 2006 é docente da classe de tuba no Instituto Piaget e na Escola Profissional Música de Espinho e docente das cadeiras de música de câmara e excertos de orquestra na Academia Nacional Superior de Orquestra e desde 2007 professor da classe de tuba da Escola Superior de Música de Lisboa.

É membro fundador do Ensemble Português de Tubas “TUBOPHONIA” e membro do Grupo de Metais do Seixal “GMS Portuguese Brass”.

{mos_ri}

 

voltar