Artistas

Abel Pereira

Data:

Abel Pereira apresentou-se, pela primeira vez, como solista, aos 11 anos de idade, no Rivoli Teatro Municipal do Porto. Teve como professores Eddy Tauber e Bohdan Sebestik, desde aí, tem-se apresentado em orquestra, música de câmara e, como solista na Europa, Ásia, África, América do Sul, Oriente e Médio Oriente.

 

Licenciado pela ESMAE na classe de Bohdan Sebestik, aperfeiçoou-se na Alemanha com Marie Luise-Neunecker, onde concluiu o maister diplome na Hoschulle de Frankfurt e fez cursos com Hermann Baumann, Stefan Dohr, Jeffrey Bryant, Radovan Vlatckowich, Prague Horn Trio e German Horn Ensemble. Durante a sua formação obteve prémios em concursos internacionais em Leeuwarden (Holanda), Makneukirchen (Alemanha), Concertino Praha (República Checa) e 1° prémio dos Jovens Músicos da RDP (Portugal).

Desde 1995, actuou, seis anos consecutivos, com a Orquestra de Jovens da Comunidade Europeia, tocando nas principais salas de concerto da Europa: Royal Albert Hall, Musikwerein, Berliner Philarmonie, La Scala di Milano, Cité de Ia Musique, Konzertgebouw.

De entre os maestros e solistas com quem trabalhou destacam-se Carlo Maria Giullini, Mstislav Rostropovich, Bernard Haitink, Sir Colin Davis, Vladimir Askenazy, Claudio Abbado, Emanuel Ax, Radu Lupu, Marta Argerich Barbara Hendriks. Em 1998, foi distinguido com o EUYO Master Prize que lhe foi concedido por Vladimir AsKenazy, Bernard Haitink e Lutz Kohler.

Como solista, tocou com a Orquestra de Câmara de Braga, Orquestra Regional de Norte, Orquestra Clássica do Porto, Filarmonia das Beiras, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra de Câmara de Santiago de Compostela, Orquestra Sinfónica Portuguesa, Orquestra Sinfonietta, Orquestra dos Templários, Orquestra Musicare, Orquestra Artave, Orquestra da Escola Profissional de Viana do Castelo, North Netherland Symphonic Orchestra, Prague Chamber Orchestra, Orsquestra de Valencia e Orchestre Philarmonique de Besançon.

Gravou e tocou em directo para a RTP, RDP, NDR, TF 1, RTL 4, BBC 2, Rundfunk (Holanda e Alemanha). Em 2001 gravou um disco com obras contemporâneas para Trompa solo e piano e em 2002, um novo disco com os cinco concertos de W.A. Mozart e a Orquestra Metropolitana de Lisboa

Desde 1996, orientou “master-classes” em Lisboa, Santa Maria da Feira, Lousada, Caldas da Rainha, Mirandela, Macau, Bombaim, Cabo Verde, Espanha e Inglaterra. É constantemente convidado pelo IPAE e RDP para representar Portugal em concertos, no estrangeiro. Faz parte regularmente de júris nacionais pela Universidade de Aveiro, Universidade Católica, Orquestras Profissionais e a Orquestra de Jovens da UE. É conhecida a sua permanente actuação nos principais festivais de música em portugal.

Membro fundador do Quinteto Artziz lecciona na Escola Profissional de Música de Espinho, Escola Superior de Artes de Castelo Branco e Academia Nacional Superior de Orquestra. Actualmente é 1º Trompa-Solo da Orquestra Nacional do Porto.

Em 2003/ 2004 realizou uma serie de recitais em Portugal, Reino Unido, França, Espanha Brasil, Estónia e foi solista convidado do congresso mundial de trompas em Valência.

voltar